26.08.17 19:00 – 20:00 @ Datscha Radio

LISTEN ONLINE or in BERLIN 88,4 Mhz

If you missed it: you can listen to the recording on soundcloud. See also some pictures below.

Living Radio goes Datscha Radio 2017

Living Radio is an unconventional audio guide, a live Hörspiel, a mixture of reality and imagination, where the visual is filtered through the aural. (in the following languages: PT-BR, DE, EN, ES)

Living Radio is an ongoing project by Laura Mello. The artist investigates the area around the Datscha, and speaks her observations, impressions, fantasies into a (wireless) microphone. In this version for Datscha Radio, the material from this live Audio Guide is combined live with Lauras pre-produced and live-processed sounds.

Living Radio

Living Radio é um experimento entre literatura e arte radiofônica. A partitura contém indicações que podem ser classificadas na intersecção entre literatura e música: o texto deve ser falado ou cantado? Em que idioma? Em uma tessitura confortável, sob uma só nota ou entre os extremos da voz? Lentamente ou em velocidades que desafiam a língua? Mantém-se este estado, ou ele é modificado ao longo do tempo?

O conteúdo vem do ambiente à volta da narradora. Mas como abordá-lo? Descreve-se um cenário ou narra-se uma ação? Fala-se somente sobre o que se vê, de maneira objetiva, sem adjetivos, ou há abertura para opiniões, e até mesmo fantasias? Há questionamentos?

Estas são algumas das variáveis da partitura de Living Radio.

Datscha Radio

Datscha Radio surgiu a partir da iniciativa da artista Gabi Schaffner e do ativista de internet Pit Schultz, em colaboração com a rádio especializada em rádio-arte reboot.fm, e está em sua terceira edição. Mas qual é o princípio deste jardim radiofônico? A palavra Datsche, em Russo, significa, entre outros, casa de campo. Na cidade de Berlim, a tradição da agricultura urbana estabeleceu-se principalmente à época da antiga Alemanha Oriental. Uma casinha, uma horta, espaço verde e ruelinhas sem carros entre os terrenos, este era o lugar ideal para recuperar-se da agitada vida na cidade. Principalmente se a residência oficial situava-se em um dos muitos condomínios de prédios chamados “Plattenbauten” (construção feita de placas, literalmente), muito mais altos e de pé-direito mais baixos do que os demais edifícios tradicionais mais antigos. O conceito de jardinagem urbana na antiga Alemanha Oriental surgiu também para suprir faltas no fornecimento de verduras e frutas, mas a idéia vem de muito antes do nascimento da DDR. Já em 1926, na França, mais de três milhões de jardins urbanos e periurbanos em toda a Europa uniram-se na chamada Office International du Coin de Terre et des Jardins Familiaux. A distância do ruído da cidade grande, mudança de ares como maneira de descansar do dia-a-dia, possibilidades de diversão na natureza para crianças e jovens, e muito importante nos dias de hoje, contato entre pessoas de diversas origens são alguns dos motivos pelos quais uma família adquire um terreno em um jardim urbano. Lidar com a terra é uma atividade universal, e a jardinagem comunitária ajuda a estabelecer pontes entre culturas distintas.

Dentro deste contexto, Datscha Radio é uma estação de rádio temporária, transmitida a partir de um Datscha na cidade de Berlim. Segundo a descrição do projeto, Datscha Radio é metáfora e matriz para crescimento orgânico, comunidade e participação intercultural.

Fontes:

http://datscharadio.de/projekt-2/

https://de.wikipedia.org/wiki/Datsche#DDR

https://de.wikipedia.org/wiki/Kleingarten

https://pt.wikipedia.org/wiki/Agricultura_urbana

Datscha Radio 2017

Mello©2017

Datscha Radio 2017

Mello©2017

Datscha Radio 2017

Dirk Huelstrunk and Gabi Schaffner

Datscha Radio 2017

Mello©2017